THEME 9th September 2012
15 anos / Bissexual / Fria / Orgulhosa / Ignorante / Idiota / Arrogante / Teimosa / Goiânia-Go / Rock / Hip Hop / Eletrônica /

Meu amor, eu já não amo mais você
Esse namoro já acabou há muito tempo
E só você não percebeu

“Odeio estar loucamente apaixonado por ela, odeio quando ela dá aquele sorriso maravilhoso e acaba comigo ou quando ela dá aquela jogada de cabelo provocante e me deixa doido. Odeio como os joelhos dela são perfeitos, odeio como ela lambe os lábios antes de falar, odeio o som da risada dela, odeio a aparência dela enquanto ela dorme e odeio ouvir essa musica, porque toda vez me faz lembrar do pouco tempo que estive ao seu lado. Odeio como ela me faz sentir agora: como se ainda existisse ”nós”, como se meu mundo estivesse preso ao dela e de alguma forma qualquer coisa que ela faça não me faz deixar de gostar dela. Odeio quando ela cochicha em meus ouvidos e me faz arrepiar, odeio o jeito dela, odeio quando ela pisca pra mim como se estivesse me chamando quando na verdade não está. Odeio sonhar com ela e toda vez que acordar desejar do fundo do coração que ela esteja comigo todos os dias; odeio quando ela me abraça e meu coração começa a bater cada vez mais rápido e mais forte; odeio quando ela me beija e faz meu corpo todo estremecer; odeio a forma que a boca dela fica depois de uma risada. Odeio olhar nos olhos dela e não saber o que eles querem me dizer e odeio ver todos os filmes simplesmente por saber que sempre, todo sempre irei lembrar dela. Dizem que para esquecer alguém que você goste muito, você precisa transformá-lo em literatura. Sendo assim, escreverei livros a minha vida toda e mesmo assim não conseguirei me livrar de você.”

500 days of summer.   (via toca-o-fodase)

A gente tá morrendo, sim. Todo dia a todo instante. Reflita um pouco, olhe um pouco para o passado.. O que você fez da sua vida até hoje? O que você pretende a fazer com ela a partir daqui? Um conselho, faça coisas boas. Ajude alguém, se ajude, peça ajuda. Não tenha medo do que vai acontecer amanhã ou dos fantasmas do seu passado, não. Tenha medo de não viver, tenha medo de daqui 20 ou 30 anos não se orgulhar da pessoa que você se tornou. Mesmo que todas as suas expectativas não se realizem, não deixe de tentar, já que você tem que viver mesmo.. Dê o melhor de si, não se preocupe com o que os outros vão falar.. É a sua felicidade que está em jogo e quando se trata de felicidade você é o único que pode julgar se é certo ou errado. Não deixe que os obstáculos te derrubem, tem que ser na base do ” caiu, levantou “, olhe em volta.. Ninguém está imune das merdas que acontecem, cada um tem que conviver com sua própria dor e superá-la ou você acha que é o único que tem problemas? Em momento de raiva conte até 10 e lembre se que o primeiro a erguer a mão também é o primeiro a perder a razão. Tente não perder a cabeça com pouca coisa a sua derrota é a alegria do outro. E por fim, se ame! E não é pouco não, se ame muito, não fique pagando pau pro cabelo daquela, ou pro corpo daquele cara ali, seja você, aceite o que foi te dado. Eu jamais me trocaria por nenhuma dessas garotas objetos e jamais namoraria um cara que gosta mais do próprio reflexo que da mãe. Gente fútil tem prazo de validade, todo mundo um dia fica cabelos brancos, pele flácida e rugas. E isso que é bonito, bonito é chegar aos 90 anos e pensar ” Eu me orgulho “.”

Manual de Sobrevivência da Lu.  (via toca-o-fodase)

Adivinha quem acordou comendo ovos e bacon no café da manhã hoje? Isso mesmo, uma família de americanos.

“Se sentir tesão, me acorda.”

Gabito Nunes.  (via coutes)